Nas linhas da frente da Justiça Climática

De Portugal à Nigéria, dos Estados Unidos ao Brasil, a luta pela justiça climática vai-se tornando uma das lutas centrais do nosso tempo. O combate às explorações petrolíferas e carboníferas e a luta pela justiça social são os dois braços deste rio que tem de inundar a hegemonia capitalista.

em Justiça Climática e Democracia Energética

24 de Novembro, Sábado, 14h00

Oradoras/es

LaDonna Bravebull Allard (Lakota, EUA)

Ladonna

É uma historiadora e activista Lakota. Em Abril de 2016, ela foi uma das fundadoras dos campos de resistência nos protestos do Dakota Access Pipeline, com o objectivo de deter o oleoduto Dakota Access, perto da Reserva Indígena Standing Rock, no Dakota do Norte. É membro inscrito e ex-agente de preservação histórica da tribo Standing Rock Sioux. O seu povo é Inhunktonwan do Vale do Jamestown, Hunkpapa e Blackfoot. Ao longo das acções directas contra o Dakota Access Pipeline, existiam vários campos. O campo que ela administrava era chamado Acampamento da Pedra Sagrada. Este movimento tornou-se a maior aliança intertribal do continente americano em séculos e, possivelmente em toda a história, com mais de 200 nações tribais representadas.

Nicole Oliveira (350.org Europa)

nicole oliveiraNicole Figueiredo de Oliveira é uma ambientalista brasileira e especialista nas áreas de Mudanças Climáticas, Direito e Sustentabilidade Internacional. Ela possui dois mestrados em Direito Internacional e Resolução de Conflitos pela Universidade para a Paz das Nações Unidas na Costa Rica, e da Universidade de Innsbruck, na Áustria. Nicole tem uma ampla gama de experiências profissionais, tendo servido como consultora de mudanças climáticas para as organizações não-governamentais internacionais, como a Humane Society International, a maior organização de proteção dos animais no mundo. Ela é diretora interina da equipe da 350.org na Europa, membro do Comitê da Bacia Hidrográfica do Iraí, do Fórum Paranaense de Mudanças Climáticas e várias outras comissões de proteção ambiental. Também é coordenadora nacional da Coalizão Não Fracking Brasil. Ela possui um bacharelado em Direito (Universidade Mackenzie, Brasil).

Nnimmo Bassey (Nigéria)

Nnimo Bassey é um arquitecto nigeriano, activista ambiental, autor e poeta. Nnimmo-BasseyPresidiu a Friends of the Earth International de 2008 a 2012 e foi director executivo de Environmental Rights Action durante duas décadas. Em 2010, Nnimmo Bassey foi nomeado co-vencedor do Prémio Right Livelihood Award. Liderou a Oilwatch Africa e, a partir de 2006, também liderou The Global South Network e a Oilwatch International, esforçando-se por educar e mobilizar comunidades na Nigéria, Chade, Camarões, Congo (Brazaville), Gana, Uganda, América do Sul e Sudoeste Asiático para resistir a actividades destrutivas de extracção de petróleo e gás.

Moderadora: Catarina Gomes (Linha Vermelha, Portugal)