Transição e Soberania Energética

Dos países aos municípios, das cooperativas às empresas públicas, a transição energética participada e democrática é a única garantia de soberania energética, poder popular e cortes radicais de emissões de gases com efeito de estufa, garantindo energia acessível às populações por todo o mundo.

em Justiça Climática e Democracia Energética

24 de novembro, Sábado, 18h00

Oradoras/es

iñakibarcenaIñaki Barcena

Iñaki Barcena é licenciado em Direito (1980) e Doutor em Ciências Políticas e Sociais (1990). Ele é professor de Ciências Políticas e Gestão e professor visitante nas universidades de Bradford, Hamburgo e Nevada. Ele é membro da equipe de investigação Parte Hartuz, da Unidade de Formação da pesquisa EMAN e do conselho editorial das revistas Ecología Política, Viento Sur e ZER. Em 1995 e 1996, representou grupos ecológicos espanhóis no European Environmental Bureau em Bruxelas.

Alba del Campo (Por Cádiz Sí Se Puede, Espanha)

Alba del Campoalbadelcampo coordena o Conselho de Transição de Energia de Cádiz. É jornalista, conselheira de processos de transição energética e formadora, e trabalha para o grupo político Por Cádiz Sí Se Puede, no conselho provincial de Cádiz. Licenciada em Ciências da Computação (UCM) e com um Diploma de Estudos Avançados (DEA) pela Faculdade de Sociologia e Ciências Políticas da Universidade Complutense de Madrid, é membro da Plataforma para um Novo Modelo Energético desde 2012. Alba trabalha como assistente e oficial de comunicações da Equo no Parlamento Europeu (Greens/ALE) (2014-2015). Produziu dois documentários sobre o actual modelo energético e as alternativas em desenvolvimento: #Oligopoly2. The Electric Empire Strikes Everyone (Prémio Eurosolar 2013) e #OligopolyOFF, The Citizen Energy Revolution begins (2015).

Miguel Almeida

miguelalmeidaMiguel Almeida é licenciado em Economia com pós-graduações em Gestão de Instituições Financeiras e E-Business. Depois de ter trabalhado na banca, desde 2014 a sua actividade centra-se no sector cooperativo e economia solidária. É cooperador da Biovilla, cooperativa de desenvolvimento sustentável e membro da direcção da Coopérnico, primeira cooperativa de energias renováveis em Portugal. É membro da direcção da cooperativa integral Minga, em Montemor-o-Novo, onde vive.

Raphael Vale (Cooperativa Brasileira de Energia Renovável e Desenvolvimento Sustentável – COOBER, Brasil)

Advogado, formado pela UNAMA – Universidade da Amazônia, presidiu a Subseção da OAB de Paragominas (PA) por dois mandatos consecutivos (2004-2009), foi Conselheiro Estadual da OAB/PA (2010-2012), foi Membro da Comissão Nacional de Direito Ambiental – CONDA, da Ordem dos Advogados do Brasil (2010-2012), representou a OAB nas Conferências do Clima da ONU, realizadas em Copenhaga/Dinamarca (COP-15) em 2009, em Cancún/México (COP-16) em 2010, em Durban/África do Sul (COP-17) em 2011, assim como na Conferência da ONU de Meio Ambiente RIO+20 em 2012. raphaelIdealizador, co-fundador e presidente da Cooperativa Brasileira de Energia Renovável e Desenvolvimento Sustentável – COOBER. Ministrou palestras em várias cidades do Brasil sobre a COOBER, energia renovável e distribuída e também sobre as relações jurídicas e as alterações climáticas. É membro do Instituto Silvio Meira, entidade cultural para fomentar a pesquisa e o estudo da ciência jurídica, no qual preside a cátedra de número V – Direito Ambiental e agrário. Está a cursar o Mestrado em Direito e Ciências Jurídicas: especialidade em Direito e economia, na Universidade de Lisboa.

Moderador: Guilherme Luz